Por rodagem internacional, promessas da natação paralímpica vão à Dinamarca em março

A Seleção de Jovens do Brasil da natação paralímpica viajará para a primeira etapa da World Series, que acontecerá de 2 a 4 de março em Copenhague, capital da Dinamarca. Para a escolha deste seleto grupo de promessas da modalidade, foram usados como base os índices de composição da Seleção Adulta. Os 12 atletas com menos de 20 anos que mais se aproximaram destas marcas formam a equipe.

O grupo de nadadores tem um acompanhamento especial. São monitorados pelo CPB, que acompanha os resultados e se estão cumprindo os objetivos traçados pelos seus treinadores. Outra vantagem dos atletas é poder estar em competições fora do país. “Uma viagem internacional é importante para eles ganharem experiência, conhecerem a rotina de uma competição em outro país”, ressaltou Leonardo Tomasello, coordenador-técnico da natação.

Mais da metade da Seleção de Jovens é da região Sudeste: quatro atletas são de São Paulo, dois de Minas Gerais e um do Rio de Janeiro. Os três nadadores do Sul do Brasil são paranaenses. Já o Nordeste e o Centro-Oeste contam com um representante cada: um da Paraíba e um do Distrito Federal.

Os jovens talentos da natação também participarão da terceira etapa da World Series. O Open Internacional Loterias Caixa acontecerá no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, de 26 a 28 de abril.

“É bom começar desde cedo a colocar os jovens atletas para verem como a Seleção principal trabalha”, comentou Leonardo. 

Cecília Araújo e Beatriz Borges, por exemplo, integraram a a Seleção de Jovens nos estágios iniciais da carreira e hoje estão na Seleção Brasileira.

Os atletas do time principal do Brasil também disputarão a World Series. Os 14 atletas estão escalados para nadar em Lignano Sabbiadoro, na Itália, de 23 a 26 de maio, e em Sheffield, na Grã-Bretanha, de 31 de maio a 3 de junho.

A World Series foi criada para reunir algumas das maiores competições do calendário mundial e permitir que os Comitês Paralímpicos Nacionais planejem e desenvolvam melhor seus próprios programas, tendo acesso a outras competições. Ao todo, o circuito é composto por seis etapas: Copenhague (Dinamarca), Indianápolis (Estados Unidos), São Paulo (Brasil), Lignano Sabbiadoro (Itália) Sheffield (Grã-Bretanha) e Berlim (Alemanha).

Foto: MPIX/CPB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes