Militares são convocados para cobrir a segurança em Pyeongchang após surto de norovírus


As autoridades sul-coreanas desdobraram 900 militares nas Olimpíadas de Pyeongchang nesta terça-feira (6) depois que a força de segurança foi afetada por um surto de norovírus.

Os organizadores dos Jogos disseram que 32 trabalhadores estão sendo colocados em quarentena, incluindo 21 do pessoal de segurança civil e três estrangeiros.

Cerca de 1.200 pessoas trabalhando na segurança estavam sendo mantidas em seus quartos enquanto estavam sendo testadas para o norovírus.

"Para resolver o déficit na força de trabalho de segurança devido ao isolamento, 900 funcionários militares foram implantados para assumir o cargo de pessoal de segurança civil", disse o comitê organizador em um comunicado. "Eles vão trabalhar em 20 locais até que todos os trabalhadores afetados possam retornar ao dever".

Segundo os organizadores, os testes nos últimos cinco dias sobre a água utilizada para cozinhar e o consumo geral mostraram-se negativos para o norovírus. Mas as inspeções de higiene serão intensificadas em todas as instalações de alimentos e bebidas nas Olimpíadas, que começam oficialmente na sexta-feira (9).

"Pesquisas sobre água da torneira, pessoal de preparação de alimentos e itens alimentares estão atualmente sendo conduzidas para rastrear a rota de transmissão", disseram os organizadores.

O norovírus é um vírus contagioso que causa dor no estômago, náuseas e diarréia. A maneira mais eficaz de parar a propagação é praticar boa lavagem das mãos e higiene pessoal.

Foto: AFP


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes