Leandrinho comemora reencontro com Varejão, elogia Petrovic e aponta jogos contra Colômbia e Chile como testes

Fora da primeira lista de Aleksandar Petrovic por motivo de lesão e sem defender o país desde a eliminação do Brasil na primeira fase dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Leandrinho está pronto para voltar a vestir a camisa da seleção. Desta vez, a 19, a mesma com que conquistou o título da NBA pelo Golden State Warriors. Independentemente da numeração às costas, o novo reforço do Franca para a disputa do NBB 10 é também a principal arma do treinador croata para os confrontos válidos pela segunda janela das Classificatórias para a Copa do Mundo FIBA 2019, contra Colômbia, nesta quinta-feira (22), às 19h, na Goiânia Arena, e Chile, domingo, às 20h, no mesmo local.

Primeira da era Petrovic para Leandrinho, a partida contra a Colômbia marcará o reencontro do ala-armador do Franca com Anderson Varejão. Companheiros de longa data na Seleção, os dois não atuam juntos com a camisa brasileira desde o Mundial da Espanha, em 2014, quando a equipe de Rubén Magnano acabou eliminada nas quartas de final pela Sérvia.

Além da felicidade em reencontrar um velho amigo, Leandrinho aprovou o primeiro contato com o novo comandante e elogiou a renovação que vem sendo feita no basquete brasileiro.

- Joguei com o Anderson por muitos anos e fico feliz de estar do lado dele novamente, é uma situação normal para nós. Tive uma impressão muito boa desde a primeira janela quando ainda estava machucado. Senti uma energia positiva dos atletas e do novo técnico, que vem fazendo um trabalho maravilhoso. Todo mundo está gostando e curtindo muito esse momento. Acho que isso vai ter um reflexo positivo lá na frente. É uma renovação que vem sendo feita, assim como acontece em todos os países. Isso é bom para o basquete brasileiro, pois podemos ver vários jogadores de muito potencial surgindo. Eu como veterano que já vivenciei outros momentos como esse, só posso dar meu apoio e tentar ser um exemplo positivo para a geração que está chegando - explicou Leandrinho.

E não é só dentro de quadra que a presença de Aleksandar Petrovic vem agradando aos jogadores da Seleção. Depois de Alex Garcia elogiar a chegada do novo comandante, Leandrinho foi outro que destacou a postura mais relaxada do treinador croata.

- Ele faz o ambiente ficar mais leve, mais tranquilo e obviamente nós jogadores nos sentimos mais soltos. É o nosso ritmo brasileiro. Geralmente o técnico estrangeiro tem um jeito diferente de lidar com seleções de outros países e acabamos mudando um pouco nosso jeito de ser e de lidar um com outro. E aqui eu já vi que não tem sido assim, o clima está superdivertido, todo mundo se comunicando e até ele mesmo está sempre fazendo piadas e brincadeiras. Tudo isso deixa o grupo mais integrado, a química da equipe aumenta e é um sinal muito positivo - afirmou.

Experiente e com várias competições internacionais no currículo, o ala-armador do Franca não se ilude com o favoritismo brasileiro e pede respeito aos adversários.

- É uma competição de alto nível, classificatória para a Copa do Mundo 2019, onde todos estão querendo uma vaga. Colômbia e Chile são nossos próximos adversários e temos que estar preparados para o que der e vier. Nunca sabemos o que pode acontecer dentro de quadra - disse Leandrinho, que aponta os dois jogos em Goiânia como testes importantes visando a próxima janela, quando a Seleção terá Venezuela e Colômbia pela frente, ambos os jogos fora de casa.


- É lógico que a preparação que estamos fazendo é visando a Copa do Mundo da China e, principalmente, a próxima janela que será a mais importante. Serão duelos mais difíceis, fora de casa, e com equipes bem modificadas em relação a essas duas primeiras janelas. Por isso acredito que esses dois jogos em casa serão muito importantes para ganharmos ritmo de jogo e entrosamento.

Foto: CBB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes