Iraniano que perdeu luta de propósito para não enfrentar israelense no wrestling é suspenso por seis meses

A comissão disciplinar da Federação Internacional de Wrestling (UWW) suspendeu por seis meses o iraniano Alireza Karimachiani que perdeu deliberadamente uma luta para evitar o confronto com um adversário israelense no Mundial sub-23 do esporte, em novembro do ano passado. Na ocasião, Karimachiani vencia um rival russo quando recebeu a ordem para ceder a virada.

De acordo com a rede britânica BBC, a Federação Iraniana de Wrestling anunciou que irá recorrer da decisão, anunciada pela UWW nesta sexta-feira. A punição é retroativa à data do ocorrido, o que permitirá que Karimachiani volte a competir a partir de maio de 2018. O treinador dele, responsável por dar a ordem da derrota, sofrerá uma sanção mais severa. Hamidreza Jamshidi está banido do esporte até o fim de novembro de 2019.

"Karimachiani, instruído por seu técnico Jamshidi, quis perder a luta das oitavas de final contra Alikhan Zhabrilov. Tanto o lutador quanto o técnico foram considerados violadores das regras internacionais do wrestling e das regulamentações disciplinares da UWW" diz parte do comunicado oficial.

No Mundial sub-23, disputado na Polônia, Karimachiani vencia o confronto com o russo por 3 a 2. No minuto final do duelo, após conversar com Jamshidi, o iraniano foi derrubado e dominado até perder por 14 a 3.

O Irã não reconhece Israel como um país e ambos não têm qualquer relação política. Ali Khamenei, o Aiatolá e líder supremo do Irã, por vezes se refere a Israel como um câncer. Assim, os atletas iranianos são proibidos de enfrentar israelenses e para isso simulam lesões ou entregam jogos e lutas.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes