Drops Olímpicos - 12/02

- A emissora norte-americana NBC decidiu tirar da cobertura de PyeongChang o analista Joshua Cooper Ramo após ele ter feito comentários inapropriados sobre a relação entre Coreia do Norte e Japão durante a Cerimônia de Abertura na última sexta-feira (9).


Ramo falou que todo sul-coreano diz que o Japão serviu como um exemplo cultural, tecnológica e econômica para o pais. O Japão ocupou a Península da Coreia entre 1910 e 1945, deixando uma relação de desconfiança no país.

O comentário enfureceu os sul-coreanos e a emissora chegou a pedir desculpas ao comitê organizador dos Jogos pelo episódio.

- O surto de Norovirus segue causando problemas em PyeongChang. Segundo o comitê organizador dos Jogos, até esta segunda-feira (12) já foram detectados 194 casos.

Ainda de acordo com o comitê, 47 pessoas ainda estão de quarentena e 147 já receberam alta.

- A FIS emitiu um comunicado após muitas reclamações das atletas do snowboard que disputaram a final do slopestyle feminino sob fortes ventos, o que fez o nível técnico da prova cair muito. Segundo a FIS, "um plano de contingência implementado durante a reunião dos capitães da equipe no sábado (10 de fevereiro), conforme acordado pelo júri e os representantes da equipe".

A FIS ainda afirmou que a segurança dos pilotos era a principal preocupação. "A primeira prioridade é a segurança dos atletas e o FIS nunca organizará uma competição se isso não puder ser assegurado", diz a segunda declaração. "O Júri da FIS monitorou as condições climáticas ao longo do dia, incluindo a consulta com os treinadores, e considerou que estava dentro dos limites para organizar a competição com segurança".


- O fato curioso do dia foi o encontro dos dois Thomas Bach: o presidente do COI, e o reporter da Agênncia France Press. Não se engane com as credenciais, o Bach presidente é o cara da direita...

Foto: Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes