Drops Olímpicos - 09/02

- A delegação do Irã causou uma pequena crise diplomática antes da Abertura dos Jogos, após o país ter convocado o seu embaixador na Coreia do Sul depois dos atletas do país não terem recebido um celular de brinde de um dos patrocinadores dos Jogos.



No fim de tudo, o COI acabou dando os celulares, com valor estimado em 1.100 dólares, para os atletas do Irã. A Samsung, fabricante do celular, não comentou o caso.

- Sósias do presidente dos EUA, Donald Trump, e do presidente da Coreia do Norte, Kim Jong Un, foram escoltados de fora para o Estádio Olímpico em PyeongChang. Uma tentativa frustrada de reunião entre os "poderosos"...


- Enquanto isso, a TV pública da Coreia do Norte simplesmente ignorou a abertura na vizinha do Sul. Ela estava mostrando propaganda militar do país.

- Falando em abertura, o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e a irmã do presidente da Coreia do Norte, Kim Yo Jong, apertaram as mãos em um gesto histórico entre os dois países.

- Aliás, o momento alto da Abertura foi a entrada das Coreias juntas no final do desfile, repetindo o gesto que aconteceu pela última vez em Turim 2006.

- Sem surpresas, Yuna Kim acendeu a Pira Olímpica, A sul-coreana foi campeã olímpica em 2010 na patinação artística e prata em 2014.

- E claro, Pita Taufatofua (TGA) fez das suas, ao carregar a bandeira de Tonga besuntado e sem camisa em um frio glacial na Coreia. 15 minutos de fama versão 2018.


Fotos: Inside the Games/Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes