Coluna Lógos Olympikus de Inverno #2 - Muita ação antes do início

 Por Juvenal Dias

Neste dia 0 teve muitas competições antes da cerimônia de abertura. Já teve daqueles momentos para ficar ligado em mais de uma tela simultaneamente. Teve Curling, Esqui Estilo Livre e Patinação Artística. 

O Curling – duplas mistas já chegou à metade da fase de enfrentamentos, com mais duas rodadas, somando quatro no total. A competição continua acirrada na parte de cima da tabela. Não há mais equipes invictas, graças à derrota da Suíça para a Noruega na quarta rodada. Com isso além destes dois países, Canadá e Atletas Olímpicos da Rússia dividem a primeira colocação. Se ontem falei que a Finlândia ainda tinha chances, hoje afirmo: é a primeira que não se classifica, afinal com quatro derrotas, ficam desmoralizados, agora jogam apenas pelo espírito esportivo.


Uma imagem curiosa e preocupante ocorreu no final da terceira rodada, o atleta coreano Kijeong Lee sofreu uma queda graças a uma pedra retirada pela adversária norueguesa Kristin Skaslien e quase contundiu o punho direito. Imagina o azar de alguém que está representando seu país numa Olimpíada dentro da sua casa e tem uma fratura que o impossibilita de continuar competindo. Seria, no mínimo, frustrante. Mas, felizmente, ele pode continuar normalmente e ajudou a conquistar a vitória mais avassaladora até agora contra os Estados Unidos por 9 a 1, com direito a desistência adversária dois ends antes término.

Além disso, tivemos a primeira classificatória do Esqui Estilo Livre – Moguls, tanto no masculino como no feminino. A campeã feminina de Sochi, a canadense Justine Dufour-Lapointe, ficou em quarto e foi uma das 10 já classificadas. O melhor colocado há quatro anos, que foi vice-campeão, também canadense Mikael Kingsbury foi o melhor desta primeira fase. Sem muitas surpresas, por enquanto.

Por fim, a belíssima patinação artística já esteve presente com a disputa por equipes. Muitos tombos marcaram o primeiro dia, essencialmente para os homens nas apresentações individuais. Depois, os pares foram melhores, principalmente russos e canadenses, e emocionaram mais os espectadores, não à toa ficaram com as primeiras colocações. A regularidade canadense forneceu a liderança combinada.

Agora aguardamos pela cerimônia e medalhas.

Fotos: World Curling e PyeongChang 2018


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes