Após a participação nas duplas do Bobsled, Brasil volta a atenção para a disputa do quarteto em PyeongChang

assada a estreia, a equipe brasileira muda o foco para a disputa mais aguardada do bobsled nos Jogos de Inverno de PyeongChang 2018. Na última segunda-feira, a dupla formada por Edson Bindilatti e Edson Martins terminou em 27º lugar na classificação do 2-man, com o tempo combinado de 2min30s71, naquela que foi a primeira participação do Brasil nessa prova na história da competição olímpica. O resultado e o aprendizado agora ajudam a dar um empurrãozinho a mais no time verde-amarelo, que volta à pista nesta sexta-feira, dia 23, a partir de 21h45 de Brasília, para a disputa do 4-man.

“A classificação do 2-man foi muito importante porque permitiu uma preparação adicional para o nosso 4-man, que é mais forte. Quanto mais descidas, mais experiência você tem na pista, vai se adaptando e erra menos”, afirmou Edson Bindilatti, piloto do Brasil, que no 2-man ficou à frente de países com tradição nos esportes de inverno, como China, OAR (Atletas Olímpicos da Rússia) e Croácia.

Agora, o foco da equipe está voltado exclusivamente para a prova do quarteto. O 4-man é a categoria principal do bobsled, e o Brasil se classificou para os Jogos na 21ª colocação do ranking internacional, melhor posicionamento que o país já teve ao chegar para a competição olímpica.

Os brasileiros fizeram o melhor ciclo olímpico da história, com resultados expressivos como o bicampeonato na Copa Norte América em 2015 e 2018 e dois bronzes no Mundial de Push (Arrancada) em 2016.

“A gente viu que pode andar com qualquer time do mundo. É claro que sabemos das nossas limitações e temos que melhorar em alguns quesitos para o 4-man, como a pilotagem e a largada. São esses pequenos detalhes que tiram grandes posições”, afirmou Bindilatti.

A competição do bobsled 4-man começará no dia 23 de fevereiro, às 21h45 de Brasília, com duas descidas. As últimas duas baterias serão no sábado, dia 24, também às 21h45 de Brasília.

Além de Edson Bindilatti e Edson Martins, o time brasileiro é formado por Odirlei Pessoni e Rafael Souza – Erick Vianna é o reserva.

Foto: COB


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes