Ana Patrícia e Rebecca conquistam a etapa de Coquimbo do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia

O Brasil subiu ao lugar mais alto do pódio pela terceira vez consecutiva na temporada 2018 do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia entre as mulheres. Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) conquistaram o título da etapa do Chile no domingo (18.02), ao vencerem de virada as paraguaias Michelle e Erika por 2 sets a 1 (19/21, 21/9, 15/12). Os jogos foram disputados na província de Coquimbo. No masculino, o Brasil terminou na quinta colocação.

Ana Patrícia e Rebecca já haviam vencido a etapa de Nova Viçosa (BA), na abertura da temporada. A dupla também comemora um bicampeonato em Coquimbo, já que venceu a etapa chilena em 2017. Após a conquista do ouro, que mantém o Brasil com boa vantagem na liderança do ranking geral, Ana Patrícia comentou o desempenho e a evolução do time.

“Estamos muito felizes, conseguir chegar à final e vencer pelo segundo ano consecutivo é excelente. É importante para confirmar a forte preparação que temos feito, por ser mais uma medalha ao nosso país e também somar pontos pensando no Circuito Mundial. Elas fizeram um grande primeiro set, mas conseguimos ajustar o que havia de errado, fomos nos ajudando. No tie-break o jogo fluiu como deveria e conseguimos levar esse ouro para casa”.

Além da final, Ana e Rebecca disputaram neste domingo a semifinal do torneio. Elas superaram as colombianas Diana e Yuli por 2 sets a 0 (21/11, 21/17), horas antes de ganharem o ouro. Foram seis vitórias em seis jogos na campanha de Coquimbo, perdendo apenas o set na final.

O ouro deixa o Brasil com 600 pontos no ranking geral feminino após três etapas disputadas, com o Paraguai em segundo, somando 480. No naipe masculino, o Brasil soma 500 pontos aparece em segundo lugar, atrás da Argentina, que com a prata em Coquimbo chegou aos 520 pontos no ranking que soma o resultado de todas as etapas.

Outros três times representaram o Brasil em Coquimbo. Fernandão e Ramon Gomes, prata na primeira etapa da temporada, em Nova Viçosa, foram superados nas quartas de final. Já Nicolas/Gabriel Zuliani (PR) e Fernanda e Maria Clara (BA/RJ) ficaram na primeira fase. As duas duplas são formadas por jovens, convocados para adquirirem experiência internacional.

Foto: CSV


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes