Surto História: O escândalo da patinação artísitica em Salt Lake city

A competição de duplas na patinação artística em Salt Lake city prometia ser uma das mais equilibradas dos últimos anos e o motivo era o alto nível que Elena Berezhnaya e Anton Sikharulidze (RUS) e Jamie Salé e David Pelletier (CAN) estavam se apresentando. Todos os especialistas apostavam que as duas duplas disputariam o ouro. E já existia até uma certa rivalidade entre eles, após os canadenses conquistarem o título mundial em cima dos russos

E eles confirmaram o favoritismo, e fizeram uma disputa emocionante e nervosa. Apesar de terem feito uma apresentação de alto nível no programa curto,  Sikharulidze cometeu um pequeno erro na saída de um 'duplo axel' no programa longo. Salé e Pelletier resolveram fazer uma apresentação mais simples do que costumavam fazer, e sem erros. Para muitos especialistas, o ouro dos canadenses seria o resultado esperado, mas o que se viu foi uma decisão apertada e controversa.

Os juízes da Rússia, China, Ucrânia e Polônia deram o primeiro lugar a Berezhnaya e Sikharulidze enquanto os juízes de Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Japão deram à vitória Salé e Pelletier. Quem desempatou a disputa foi a juíza francesa, Marie Reine Le Gogne, que deu a vitória aos russos, que desde 1964 não conquistavam o ouro nas duplas da patinação artística.

A decisão foi muito controversa, comentaristas da TV americana que davam a vitória aos canadenses levantaram no momento do anuncio das notas que havia alguma trapaça. Oito anos depois do escândalo entre Nancy Kerrigan e Tonya Harding, outro acontecimento abalaria o esporte novamente. A suspeita foi um arranjo para a vitória dos russos, e pela nacionalidade dos juízes viu-se que a guerra fria ainda estava viva, ao menos no esporte.

Jamie Salé, inconformada com a derrota, iniciou campanhas para que tivesse um protesto contra as notas atribuídas na imprensa. Ela e Pelletier foram a diversos programas reclamar das notas e por a opinião publica contra os juízes. O comitê olímpico canadense resolveu protestar perante a ISU sobre o resultado. A principal investigada foi a árbitra francesa, que na lógica da guerra fria, seu pais não tinha ligações com a antiga União Soviética e não deveria ter votado nos russos.

E a suspeita se confirmou, pois relatos apontam que ela foi confrontada por o secretário geral da ISU e emocionalmente abalada, confirmou que foi pressionada a favorecer os russos pelo o presidente da confederação francesa de patinação pois os russos ajudariam a dupla francesa na Dança no gelo, que aconteceria dias depois. Ela falou a mesma coisa em depoimento à ISU, mas dias depois negou, dizendo que não fez parte de acordo nenhum que achava que a dupla russa merecia vencer e que sofreu uma pressão fortíssima da confederação canadense para confessar.

Mas já era tarde. As notas da juíza francesa foram anuladas e com isso, a medalha de ouro foi dividida entre russos e canadense, cinco dias depois. E o pódio seria realizado novamente para a entrega do ouro. A dupla chinesa que ganhou o bronze se recusou a participar e somente russos e canadenses compareceram ao pódio. Mas a polêmica continuou forte. A Rússia, ofendida com o resultado e as acusações de ter armado o resultado, chegou a ameaçar abandonar os jogos de inverno, reclamando de parcialidade dos árbitros.

A ISU foi muito pressionada e mudou o esquema de votação, mantendo o anonimato de quem votou para evitar pressões de outros países, além de valores definidos para cada elemento apresentado nos programas curtos e longos.

Mas a polêmica persiste até hoje. Russos e fãs de  Berezhnaya e Sikharulidze reclamam que em no mundial de 2001,que os canadenses foram campeões mundiais mesmo após Salé  cair no loop do salto triplo no programa curto e depois cometer um pequeno erro no duplo axle no longo. além de que em 2002, Salé e Pelletier fizeram apresentações simples demais comparada aos russos. Já americanos lamentam que a investigação não foi mais a fundo e que o COI protegeu os russos de pegarem uma pena maior.

O fato é que patinação artística não foi mais a mesma depois desse escândalo em Salt Lake city.


foto: Reuters

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes