Federação Internacional de Levantamento de Peso considera apenas uma violação por doping de Ilya Ilyin e cazaque poderá voltar a competir em junho deste ano

O levantador de peso do Cazaquistão, Ilya Ilyin, poderá retomara a sua carreira a partir de junho, depois de ter sido suspenso por testes de doping positivos nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012. A Federação Internacional de Halterofilismo (IWF) anunciou no último final de semana que considera apenas uma punição do atleta, liberando assim o cazaque a voltar a atuar no meio do ano.

A IWF considera que uma segunda violação das regras antidoping (o que poderia ocasionar o banimento de Ilyin) só poderá ser considerada se a IWF ou uma federação nacional tiver notificado o atleta sobre a primeira violação ou depois que a IWF, ou sua federação nacional, fizessem esforços razoáveis ​​para avisar, da primeira violação das regras antidoping. Se este não for o caso, as duas violações serão consideradas conjuntamente como uma única primeira violação.

Como na situação de Ilyin os casos de doping só foram revelados anos depois através da reanalise dos testes feitos em Pequim 2008 e Londres 2012, o atleta não foi avisado sobre o primeiro caso, ainda em 2008. O período de inatividade de dois anos de Ilyin baseou-se nas regras aplicáveis ​​em 2008 e 2012, sendo dois anos a sanção básica que poderia ser imposta para uma primeira violação envolvendo "substâncias não especificadas".

O levantador de peso de 29 anos, que ganhou ouro em Pequim 2008 e Londres 2012 antes de ter seus resultados anulados, não teve violações das regras antidoping antes de Pequim e, portanto, as duas violações de Pequim e Londres foram consideradas como uma única primeira violação devido à falta de notificação antes do segundo.

Detentor de quatro títulos do Campeonato do Mundial foi provisoriamente suspenso em junho de 2016 com a IWF afirmando que o atleta "cumpriu as regras e não participou de qualquer atividade de levantamento de peso desde então". A entidade ainda acrescentou na época que "Se esse for o caso, o período gasto sob suspensão provisória será creditado no período total de afastamento e a data final da suspensão seria em junho de 2018."

Ilyin também está impedido de competir devido a uma suspensão contínua de um ano da Federação Cazaque de Halterofilismo (WFRK). No mês passado o atleta expressou o seu desejo de voltar ao esporte. "Ainda sou jovem, tenho 29 anos, no auge da minha carreira esportiva. Eu realmente quero voltar ao esporte, essa é a minha prioridade", afirmou.


O Cazaquistão está suspenso das competições internacionais de levantamento de peso até o próximo mês de outubro, o que significa que as esperanças de Ilyin de competir nos Jogos Asiáticos na Indonésia, no mês de agosto, parecem estar em risco. Ilyin foi suspenso por dois anos a partir de 10 de junho de 2016.

Foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes