Para o COI, sucesso dos Jogos de Paris 2024 é essencial para futuras edições olímpicas

O presidente da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os jogos de Paris 2024, Pierre-Olivier Beckers-Pierre-Vieujant, admitiu nesta semana que o evento será crucial para moldar as futuras edições a longo prazo dos Jogos Olímpicos. O belga deu a declaração em Paris no dia da abertura do Seminário de Orientação do COI, um dos primeiros marcos desde que a capital francesa foi confirmada em setembro como a sede dos Jogos de 2024.

Os participantes do seminário cobram uma abordagem mais "colaborativa" entre o COI e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos. Beckers falou em meio a um notório e contínuo desinteresse em toda a Europa de lançar candidaturas para os Jogos Olímpicos de Verão e Inverno. Essa foi a primeira vez em que o evento foi totalmente aberto à imprensa.

O COI terá a missão de garantir o sucesso de Paris 2024 para provar que receber as Olimpíadas ainda pode ser um bom negócio para as cidades sedes. Garantir que Paris 2024 não sofra com dificuldades financeiras e nem com dúvidas sobre corrupção e a falta de transparência é considerado vital para convencer outras cidades sobre as vantagens de uma candidatura.

"É essencial (Paris 2024), porque a celebração dos Jogos Olímpicos é um dos pilares do Movimento Olímpico. Portanto, é importante não apenas por seus próprios méritos, mas porque dará confiança às futuras cidades. Isso mostrará que não é um fim em si mesmo hospedar os Jogos, com muitos problemas e problemas de orçamento, mas pelo contrário, um jogo bem-sucedido pode se tornar uma alavanca para promover o esporte e uma sociedade melhor para uma determinada população. Temos total confiança. É essencial que eles (os Jogos de 2024) sejam bem-sucedidos, e eles terão sucesso", afirmou Beckers.

Essa é a primeira vez que o belga, membro do COI, lidera um Comitê Organizador. Beckers admitiu que o contexto atual é muito diferente do passado e que as condições continuarão a ser alteradas. "A situação mudou e continuará a mudar. Nós (o Movimento Olímpico) temos que nos adaptar ao tempo, é uma questão de sobrevivência. Nos negócios, vemos empresas que eram grandes líderes e que faliram porque eram cegos e arrogantes e não se questionavam", afirmou.


Um dos focos do COI para revitalizar as Olimpíadas é tentar atrair a atenção dos jovens. Para isso, o COI adicionou no programa olímpico esportes com uma pegada mais jovem e que são sucesso entre a faixa etária, como o skate e o surf.  "Se olharmos para 60 anos atrás, olhamos para os Jogos construídos apenas para o bem do evento. Agora é muito diferente", garantiu Becks.

Foto: AFP




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes