Tocha Olímpica vai pra debaixo d'água durante revezamento de PyeongChang 2018

A chama olímpica esteve debaixo d'água no terceiro dia de revezamento da tocha de PyeongChang, que passará por toda a Coréia do Sul.

A chama visitou Jeju, a maior de mais de 3.000 ilhas ao largo da costa sul da Coréia do Sul.

O Haenyeo, grupo feminino de mergulho nativo de Jeju, levou a chama para a água. Crabster, um dispositivo robótico instalado na tocha foi o que permitiu que o fogo não se apagasse no fundo do mar. Você pode ver o vídeo clicando aqui.

Depois de Jeju, a tocha vai para o porto sudeste de Busan, a segunda maior cidade da Coréia do Sul, e passa o resto da caminhada na Coréia do Sul continental.

Ele vai visitar Seul mais perto do final do revezamento. Ele culminará em PyeongChang em 9 de fevereiro, com a iluminação da pira olímpica na Cerimônia de Abertura.

O revezamento incluirá 7.500 condutores da tocha, visitando 17 cidades e províncias.

A chama olímpica também foi debaixo de água em 2000 na Grande Barreira de Recife, a caminho de Sydney e em 2013 no Lago Baikal, a caminho de Sochi.

Foto: PyeongChang 2018


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes