Laboratório antidopagem da França recebe nova suspensão da WADA

O principal laboratório antidopagem da França recebeu uma nova suspensão da Agência Mundial antidopagem (WADA), que entrou em vigor no dia 31 de outubro. O laboratório, que já cumpria uma suspensão provisória, está proibido de realizar atividades antidopagem por até seis meses devido a problemas analíticos, informou a WADA nesta sexta-feira, 3 de novembro.

A nova suspensão proíbe o laboratório Chatenay-Malabry de analisar as amostras de urina e sangue, informou a WADA em comunicado. Durante a suspensão, as amostras que ainda não foram analisadas pelo laboratório de Paris, as amostras atualmente submetidas a um procedimento de confirmação e as amostras para as quais foi relatado resultado analítico adverso devem ser transportadas de forma segura para outro laboratório acreditado pela WADA.

O laboratório já havia sido suspenso provisoriamente pela WADA em 24 de setembro devido a questões relatadas pelo próprio laboratório. Desde então os procedimentos disciplinares foram realizados por um comitê disciplinar independente, que fez uma recomendação sobre o status da acreditação do laboratório para o presidente do Comitê Executivo da WADA. O laboratório, que entre outros destaques, descobriu o doping do ciclista norte-americano Lance Armstrong foram, pode apelar da decisão da WADA para a Corte Arbitral do Esporte (CAS) no prazo de 21 dias após o recebimento do aviso.


Se o laboratório atender a todas as não conformidades identificadas pelo Grupo de Especialistas em Laboratório ou pela WADA, poderá solicitar a reintegração antes do termo do período de suspensão de seis meses. Se o laboratório não abordar as não conformidades até o final do período de suspensão de seis meses, a WADA pode prolongar a suspensão da acreditação do laboratório por mais seis meses.

Foto: Christinni Muschi/Reuters


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes