Ex-atleta Sonia O'Sullivan diz que atletas dopados foram melhor atendidos que atletas limpos

Medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, a irlandesa Sonia O'Sullivan disse que os atletas dopados foram melhor atendido que os atletas 'limpos'

Escrevendo no The Irish Times, O'Sullivan, agora morando na Austrália, estava respondendo às últimas acusações sobre doping feitas pelo ex-médico da equipe chinesa Xue Yinxian na emissora alemã ARD.

Xue alegou que todas as medalhas da China conquistadas nos anos 80 e 90 foram através de um programa ferrenho de doping em todos os esportes.

"Para mim, não pareceu diferente da história no ano passado e as revelações de doping em uma carta assinada pelo grupo de atletas chineses em que eu votei em 1993", disse O'Sullivan.

"Para mim não é mais sobre as medalhas, mas a satisfação de saber que eu corri o melhor que pude no dia."

"E isso, na minha opinião, eu era a melhor do mundo nos 3000m e 1500m no Campeonato Mundial de Stuttgart em 1993, que aqueles na minha frente eram auxiliados por meios ilegais e, como resultado, deveriam ser desqualificados".

O'Sullivan foi prata nos 1500 metros atrás de uma chinesa e não conseguiu medalha nos 3000 metros atrás de três atletas chinesas.

"Na verdade, não houve exaltação ao ver o que médico chinês falou em sua entrevista à TV alemã, apenas o contentamento de ver algum alívio em seu rosto, reconhecendo o erro que tinha sido feito e foi silenciado todo esse tempo, livre agora para contar sua história e não se sente vinculado por outros, mesmo tão tarde na vida ", acrescentou O'Sullivan, que ganhou o título mundial de 5.000 m em Gotemburgo em 1995.

"Ao mesmo tempo, os governadores do esporte têm muito para responder e precisam começar a levantar esse tapete e limpar tudo o que foi varrido por baixo."

"Nunca pensei que existisse um jeito diferente do trabalho duro, milhas e milhas de corrida, horas na academia."

"A parte mais difícil foi na verdade quando não estava funcionando, recuperando-se de uma lesão."

"Sem atalhos, tampouco é hora de curar."

"Eu acredito que é mais importante do que nunca fortalecer os atletas para que eles possam tomar suas próprias decisões, tomar conselhos e discutir as opções com um treinador."

"Habilidade, trabalho árduo e crença ainda podem corresponder mais que tentar cortar os cantos".

Xue disse à ARD que "medalhas foram contaminadas por doping - ouro, prata e bronze".

"Todas as medalhas internacionais conquistadas pelos atletas chineses naquela época devem ser retiradas", disse O'Sullivan.

"Deve ter havido mais de 10 mil pessoas envolvidas".

No ano passado a irlandesa foi comentarista no canal irlandês RTÉ durante a Rio 2016 e questionou o recorde quebrado pela atleta da Etiópia Almaz Ayana na prova de 10.000 metros.

Foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes