CBSk anuncia que foi reconhecida pelo COB como entidade oficial do skate no país

A CBSk (Confederação Brasileira de Skate) anunciou que finalmente foi reconhecida pelo COB como entidade oficial do skate no país, terminando um entrave que durava desde o início do ano. 

A notícia foi anunciada pele entidade em um vídeo com o presidente e lenda do skate Bob Burnquist e com diretor de esportes da entidade,o hexacampeão mundial no skate halfpipe Sandro Dias, o 'mineirinho'

"A gente fica muito feliz por essa conquista do skate.Agora  projeto olímpico começa e tem muita coisa a se fazer. E só de saber que isso está na nossa mão é muito importante para todos nós" Falou Burnquist em vídeo

A gente poderia estar comemorando um tempo atrás, mas teve umas questões que tiveram que ser resolvidas e é um dia muito feliz para nós, reconquistamos o nosso lugar onde a gente sempre teve. A galera se esforçou, se uniu e mostrou para todos o quanto o skate brasileiro é unido" afirmou Sandro Dias

Ainda faltam detalhes de filiação da CBSk a nova entidade que regula o skate mundialmente, a World Skate, que é a fusão entre a FIRS (Federação internacional de esporte sobre rodas e a ISF (Federação internacional de skate) e ao COB até 31 de dezembro para passar a receber os recursos da lei Agnelo/Piva

A crise no skate brasileiro começou no início do ano, quando o COB reconheceu a CBHP como representante do skate nacional na preparação para os Jogos de Tóquio, uma vez que o Comitê Olímpico Internacional reconhece a Federação Internacional de Roller Sports (FIRS) como responsável pela modalidade. Só que a entidade se fundiu em setembro com a Federação Internacional de Skate (ISF), à qual a CBSk estava filiada. A criação da World Skate (fusão da FIRS e da ISF) ajudou a solucionar o imbróglio brasileiro, que incomodava dirigentes e principalmente skatistas, que há décadas estão atrelados à CBSk.

O skate brasileiro é esperança de medalha em Tóquio. Nas categorias Park e Street,que estarão nas olimpíadas,  o Brasil conquistou três medalhas, duas de prata e uma de bronze nos mundiais em 2017.


foto: Reprodução

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes