Britânica ultrapassa Mayra Aguiar e é a primeira de seu país a liderar um ranking mundial de judô

Com tradição em muitas das modalidades olímpicas, dentre elas ciclismo, remo e hóquei sobre a grama, a Grã Bretanha caminha aos poucos para aumentar seu poderio também em modalidades que não são tão dominantes assim. O judô é uma delas.

Pela primeira vez na história, uma judoca britânica lidera um ranking mundial da modalidade. 

Natalie Powell, de 27 anos, conquistou o feito após vencer a final do Grand Slam de Abu Dhabi, na última semana, em cima da holandesa Marhinde Verkerk, na final da categoria -78kg. Com 4.300 pontos na classificação, ela ultrapassou a brasileira Mayra Aguiar, atual campeã mundial, que agora está em segundo com 4.190.

Bronze no mundial de Budapeste, a atleta já mira o próximo mundial e o campeonato europeu, na próxima temporada, para manter a ponta e chegar em Tóquio como uma das favoritas em busca de sua primeira medalha olímpica. "Esses provavelmente serão os próximos dois objetivos imediatos e, obviamente, eu quero vencer em Tóquio 2020, esse é o objetivo a longo prazo para o qual todos estão se esforçando".

Natural do País de Gales, Powell também representará o país em busca do bicampeonato dos Jogos da Comunidade Britânica em Gold Coast, na Austrália. 

Ainda em 2017, a judoca já objetivou terminar o ano em primeiro lugar no ranking. Para isso, a atleta ainda competirá o Grand Slam de Tóquio, de 2 a 3 de dezembro, e o Masters de São Petersburgo, na Rússia, nos dias 16 e 17.

"Eu tenho que ficar lá agora, esse será o desafio - é permanecer o número um até o final do ano porque há um prêmio para a pessoa que termina a temporada lá". Ainda existem competições e eu preciso ficar à frente de todos nelas".

Foto: Getty Images


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes