Presidente da AIBA é suspenso e apelará em Tribunal Suíço


C K Wu apresentará um recurso no Tribunal Suiço em Lausanne, depois que a Comissão Disciplinar da Associação Internacional de Boxe (AIBA) o suspendeu provisoriamente como presidente da entidade. O taiwanês, chefe da AIBA desde 2006, confia que a decisão será revogada porque ele afirma que os procedimentos corretos não foram seguidos.

O Wu, de 70 anos, afirmou que a Comissão Disciplinar da AIBA não tem o poder de suspender o presidente e apenas o Congresso pode tomar tais medidas. Ele também afirmou que seu presidente, o americano Tom Virgets, teve um conflito de interesses devido à sua associação com o Boxing Marketing Arm (BMA), criado para promover e vender direitos para todos os produtos da AIBA.

Segundo a Comissão Disciplinar da AIBA, Wu violou vários códigos disciplinares e estatutos. As quatro principais queixas contra ele foram sua tentativa de demitir os oponentes da Comissão Executiva da AIBA, tomar decisões comerciais sem aprovação, enganar a mídia e as Federações Nacionais sobre as finanças da organização e bloquear uma tentativa de organizar um voto de confiança contra ele.

De acordo com a Comissão Disciplinar, a AIBA tem agora 15 milhões e meio de doláres em dívida "sem qualquer razão de gestão ou comercial" e não conseguiu persuadir os auditores da KPMG a assinarem suas contas de 2016.

O italiano Franco Falcinelli, chefe da Confederação Europeia de Boxe, deverá assumir o cargo de presidente interino.

Foto: AIBA



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes