COI recebe candidatura de Sapporo para Olimpíadas de Inverno de 2026

O alto comitê do COI afirmou não ter duvidas sobre a perspectiva de ter três Olimpíadas de Inverno seguidas na Ásia se a oferta de Sapporo for realmente forte.

O diretor executivo dos Jogos Olímpicos do COI, Christophe Dubi, insiste em que é mais importante ter uma "forte proposição de valor" que reflita os melhores interesses da cidade anfitriã, da região e do país.

Pyeongchang irá sediar os Jogos de Inverno ano que vem e Pequim em 2022.

Com esse contexto, ficou improvável que a Ásia sediasse a edição de 2026 mas Sapporo cresceu nos últimos meses após ter sido bem sucedido os Jogos de Inverno da Ásia na cidade.

"Meu pai participou de Sapporo 1972, na equipe suíça de hockey sobre gelo e ainda tenho uma criança na minha sala de estar - essa é uma lembrança muito divertida", respondeu Dubi quando perguntado sobre as perspectivas da cidade.

"Sapporo, quando se trata disso, entendemos discussões sobre o interesse do Comitê Olímpico Japonês e de Sapporo."

"O que é muito agradável para nós é que as cidades que sediaram os Jogos no passado estão interessadas."

"O fato de Sapporo querer voltar é fantástico porque, obviamente, é o maior legado que você pode ter"

"É claro que seria bem-vindo."

"Sim, há uma série de edições dos Jogos na Ásia, mas a Ásia é um grande anfitrião de grandes eventos esportivos."

"E estamos muito felizes por ter candidaturas fortes da América do Norte, Europa ou Ásia."

"O que realmente conta é que temos esses projetos que refletem os melhores interesses da cidade anfitriã, da região e do país".

No entanto os comentários de Dubi são limitados já que o COI é invariavelmente otimista com qualquer candidatura.

Porém isso indica que o COI não poderá mais se dar ao luxo das rotações continentais.

Estocolmo, Sion e Calgary são outras cidades fortes na briga porém Estocolmo vai precisar de apoio político.

"Nós (o Partido Social Democrata) gostaria de ver uma candidatura aos Jogos, mas, infelizmente, há uma falta de apoio político dos outros partidos na Assembléia Municipal", disse um porta-voz do gabinete do prefeito ao inside the games.

"Para organizar um evento desse tamanho, você precisa de um amplo apoio político - e que não temos."

"Então, nada mudou".

Almaty, Lillehammer e Erzurum são candidatos menos prováveis.

Salt Lake City pode também ofertar para os jogos de 2026 ou 2030.

Dubi confirmou que ficou feliz em falar com pessoas do USOC, mas não respondeu se pode haver candidatura de duas cidades para as edições de 2026 e 2030.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes