Bolt pretende voltar a defender a Jamaica, mas não no atletismo

Se uma coisa nunca faltou ao grande campeão do atletismo Usain Bolt, foi confiança. E sondado novamente sobre a possibilidade de, a partir de agora, se dedicar ao futebol, ele respondeu:

"Eu acho que posso fazer parte da equipe [nacional] da Jamaica facilmente", pensou Bolt enquanto apareceu no Grande Prêmio dos Estados Unidos da Fórmula 1 em Austin no domingo, de acordo com a Reuters. "Eu não diria que eles são tão bons neste momento".

Jamaica é o número 59 no mundo no ranking da FIFA.

Pela quinta vez consecutiva, os jamaicanos não conseguiram se qualificar para a Copa do Mundo, terminando em 10º na CONCACAF (não mais do que quatro nações da CONCACAF podem se qualificar para a Copa do Mundo).

Bolt, que disse que planejou treinar com o clube alemão Borussia Dortmund, já foi vinculado à equipe nacional da Jamaica. Desde 2014, o então treinador jamaicano Winfried Schaefer teria dito que queria Bolt na seleção nacional. Bolt respondeu a isso via Twitter.

Schaefer foi substituído há um ano por Theodore Whitmore, que marcou duas vezes para a Jamaica na Copa do Mundo em 1998 na França, última edição do maior evento do futebol mundial que contou com os jogadores caribenhos.

Bolt, 31, também disse que tem a ambição de ser um dos 50 melhores jogadores de futebol do mundo.

Não duvide dele.

Foto: AP


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes