Presidente da IIHF afirma que não existe mais possibilidades de acordo com NHL para a liberação de atletas para as Olimpíadas de 2018

Já não existe mais a possibilidade dos jogadores da NHL disputarem o torneio de hóquei no gelo no torneio olímpico de PyeongChang em 2018. É o que afirmou o presidente da Federação internacional de hóquei no gelo (IHF), Rene Fasel.

A Liga Nacional americana, que concentra os principais jogadores do mundo na modalidade, havia afirmado em abril que não iria liberar seus atletas para participarem dos próximos Jogos Olímpicos que ocorrerão em fevereiro de 2018, pois não entraram em acordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e com a IHF sobre a paralisação da temporada de disputas da competição nacional. É a primeira vez desde as Olimpíadas de Nagano em 1998 que os jogadores da NHL ficam de fora de uma disputa olímpica, decisão que afeta as principais potências do esporte.

Agora o presidente da IHF admitiu que já não existe mais tempo hábil para um acordo entre os envolvidos para a liberação dos jogadores por parte da NFL. Segundo ele, a federação internacional e o COI já devem mirar os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2022, para que a situação não volte a se repetir. "Posso dizer que isso já está perdido. Podemos marcar isso fora da lista. Teremos que olhar para a China e os Jogos de Inverno de Pequim 2022, porque há um interesse da liga e nós observamos isso. Mas, de forma logística, é praticamente impossível para Pyeongchang. Esse trem saiu da estação”, afirmou Fasel.

As disputas do hóquei acontecerão entre os dias 9 e 25 de fevereiro, e a NHL se recusou a paralisar a sua competição por três semanas. Segundo informações, a Liga pediu em contrapartida do COI grandes concessões, comparadas aos patrocínios da entidade internacional, o que foi negado.

Foto: Laurence Agron 




Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes