Após demissão de Emily Lima, Cristiane diz que não defenderá mais a seleção feminina de futebol

Em um longo desabafo em uma rede social, a atacante Cristiane, uma das principais jogadoras da seleção feminina, anunciou que não defenderá mais a seleção brasileira de futebol feminino. A jogadora defendeu a técnica demitida Emily Lima e que o problema em si foi quem estava acima dela, o diretor de futebol feminino Marco Aurélio Cunha

"É a decisão mais difícil da minha vida. Não vejo outra alternativa, pois eu não tenho força para aguentar.Aguentei durante 17 anos. agora eu não tenho forças para aguentar" explicou Cristiane

Cristiane também frisou que sua saída da seleção não tem a ver com a entrada de Vadão: "Eu conversei com ele antes disso, ele pediu que eu reconsiderasse, falou da minha importância no grupo,ele é uma pessoa incrível, não é por conta dele que estou saindo. Mas é por conta de detalhes que eu não tenho mais forças."

Cristian explicou com detalhes o quanto a saída de Emily Lima, a chateou: "Foi bem difícil pra mim quando essa comissão foi mandada embora, porque simplesmente tiraram essa comissão. Ela não teve sequer a oportunidade. Porque era mulher? Porque trabalhava demais? Porque brigava além da conta? São coisas que a gente não entende", disse.

Por fim, ela desabafa e faz um último pedido à Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, agora já como ex-jogadora da seleção brasileira."Faça o senhor uma reunião com as atletas, o senhor e somente as atletas. Escute o que elas têm para pedir. Nós temos tantas ideias boas e positivas para que a modalidade possa andar e crescer ainda mais. Por isso que todos os outros países estão desenvolvendo", pediu. 

A atacante finalizou seu discurso com um pedido às atletas mais jovens, que mantenham a luta por mais respeito na modalidade dentro do Brasil, e agradeceu às jogadoras e profissionais com quem ela trabalhou em sua longa passagem pela seleção brasileira. A Atacante encerra sua participação na seleção com duas pratas olímpicas e dois ouros em pan-americanos.


foto: CBF/Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes