IWAS suspende brasileira da esgrima em cadeira de rodas por doping

A esgrimista brasileira em cadeiras de rodas Monica Da Silva Santos recebeu uma suspensão de nove meses depois de ter sido declarada culpada de ter cometido uma violação antidoping.

A sanção, imposta pelo Painel Internacional de Audiência Antidoping da Federação Internacional de Sindicatos e Amputados (IWAS), resultou de uma Pesquisa Analítica Adversa.

O teste positivo foi realizado no Campeonato Regional de Esgrima de Cadeira de Rodas da IWAS em 26 de maio do ano passado na cidade de São Paulo.

A atleta brasileira foi pega com a substância furosemida, a substância é proibida dentro e fora das competições.

Com o resultado, a atleta brasileira pegou uma suspensão de nove meses, iniciada em 19 de outubro de 2016, data na qual a brasileira foi suspensa de forma provisória.

A brasileira poderá voltar a competir em 19 de julho.

Foto:Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes