Brasileiros disputam Latino-Americano de Golfe na República Dominicana


Os melhores golfistas amadores brasileiros disputam a partir desta quinta-feira o Latin America Amateur Championship (LAAC), principal campeonato de golfe amador do continente. O torneio acontecerá até domingo, dia 17, na República Dominicana, e dá vaga para o campeão jogar no Masters, um dos torneios do Grand Slam do golfe mundial, além de pontos para o ranking mundial e outros benefícios.

O Masters, o R&A (que rege o golfe no mundo todo, com exceção dos EUA e México), a United States Golf Association (que rege o golfe nos EUA e México) e o LAAC, que organizam o evento, confirmaram à Confederação Brasileira de Golfe os convites para os seguintes competidores: André Tourinho (RJ), melhor amador do Brasil e tricampeão brasileiro, Herik Machado (RS), bicampeão juvenil brasileiro e campeão sul-americano juvenil, Daniel Kenji Ishii (RJ), Marcos Negrini (SP), Pedro Nagayama (SP) e Rohan Boettcher (RS). O chefe de equipe será Nico Barcellos, diretor técnico da CBG, e o chefe da delegação será Paulo Cezar Pacheco, presidente da entidade. Eles viajam com apoio da CBG e do Comitê Olímpico do Brasil (COB), através de recursos da Lei Agnelo Piva.

Tourinho é um dos destaques do time. Estrela do time de Alto Rendimento da CBG e primeiro brasileiro a se tornar o melhor amador do continente, em meados do ano passado, quando chegou a top 40 do ranking, ele foi 3º colocado do LAAC no ano passado, e lutará novamente pelo título este ano.

A possibilidade de envio de seis jogadores brasileiros, selecionados graças à performance no Ranking Mundial Amador (WAGR, na sigla em inglês), foi alcançada graças ao Programa de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Golfe, apoiado pelo COB e pelo Ministério do Esporte.

O LAAC acontece no Teeth of the Dog, campo desenhado pelo lendário Pete Dye em La Romana, na República Dominicana. Mais de cem golfistas do continente irão competir no formato stroke play, em 72 buracos. Após 36 buracos haverá um corte, ficando na disputa apenas os 60 jogadores com os melhores escores e os empatados.

Um dos principais benefícios do torneio é que o campeão jogará o Masters 2016, desde que mantenha seu status de amador até lá, além de ter a vaga garantida no British Amateur e no US Amateur, dois dos principais torneios amadores do mundo. Além disso, os dois primeiros colocados e empatados ganham o direito de disputar as seletivas finais do US Open e do British Open, que, junto com o Masters, são alguns dos mais importantes torneios do golfe profissional mundial.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes